• outubro 23, 2021

Conhecendo a origem das doenças através da Medicina Germânica

Criada pelo alemão Ryke Geerd Hamer, a Medicina Germânica ou também conhecida como a Nova Medicina Germânica (NMG), é uma ciência baseada em cinco Leis Biológicas que mapeiam o corpo em busca da raiz do problema, podendo assim, trabalhar diretamente sobre essa causa, ajudando na cura do paciente através do entendimento de sua patologia.

Parece um pouco complicado, mas o intuito desse artigo é simplificar essa compreensão, deixando o leitor com maior clareza no decorrer dessa leitura.

Você é nosso convidado especial para saber um pouco mais sobre essa área médica! Vamos a nossa leitura!

A Medicina Germânica e seu criador

O Dr. Hamer, médico oncologista preocupado com a proliferação do uso de medicamentos farmacêuticos e os danos que esse consumo pode causar no nosso organismo, e a perda dolorosa de um filho assassinado, além de seu diagnóstico de câncer nos testículos e sua esposa com um câncer de mama, deu início aos seus estudos.

Através do tratamento em seus pacientes, Dr. Hamer descobriu que todos tiveram experiências traumáticas anteriores ao surgimento da doença, assim como ele e a esposa também tiveram.


Baseado em suas pesquisas de cunho científico, concluiu que a origem das doenças começa pelo cérebro, desencadeada por algum evento traumático externo ao paciente e não por funções biológicas defeituosas.

Neste caso, a doença surgiria como um alerta do cérebro para o corpo de que algo está errado, assim, reagindo como modo de proteção, explicadas pelas cinco Leis Biológicas Naturais.

As cinco Leis Biológicas:

A Primeira Lei Biológica indica que a doença é desencadeada no corpo, por um conflito biológico surgido através do trauma sofrido pela mente. Esse processo é conhecido como Síndrome de Dirk Hames (DHS) em referência ao falecido filho do Dr. Hames.


A Segunda Lei Biológica
expõe que após o trauma inicial, a mente fica repetindo esse acontecimento, desencadeando assim, as primeiras manifestações da patologia como: fadiga, aumento da pressão arterial, processos inflamatórios, etc.


A Terceira Lei Biológica (Lei do Sistema Ontogenético)
é o processo onde as alterações biológicas atuaram sobre cada tecido.


A Quarta Lei Biológica
explica que nem todas as patologias são causadas por micro-organismos ou está relacionado à precariedade no funcionamento do nosso organismo.


A Quinta Lei Biológica
define a doença como a autopreservação do próprio sistema biológico.

Como é o método utilizado no tratamento?


A medicina germânica procura no corpo a origem primária do problema, através de uma leitura biológica.

O Terapeuta atua como um guia, auxiliando o paciente a descobrir a causa do conflito, sendo assim, apto a promover o próprio processo de cura. É um processo que envolve um caráter humanitário entre o Terapeuta e o paciente, onde o próprio busca reconhecer e aceitar a verdadeira causa da sua patologia.

A Medicina Germânica não vai curar a doença em si, mas ajudar o paciente através do autoconhecimento a descobrir como encarar as manifestações da doença e também atuar como sendo o agente da própria cura.

O nosso cérebro comanda cada órgão existente em nosso corpo, atuando diretamente sobre ele, fazendo com que a parte do nosso cérebro que comanda o órgão relacionado, acabe ficando sobrecarregado e doente.

Sobre esse prisma, a somatização dos nossos traumas, medos e o conflito vivenciado em nosso entorno, se convertem em doenças, ou seja, a patologia age como um alarme de defesa. É o próprio organismo se protegendo de algo que está sendo nocivo a ele.

Tipos de enfermidades tratadas pela Medicina Germânica:


Tumores, pânico, depressão, psoríase, miomas, problemas relacionados a pele (acnes, vitiligo, etc.), problemas de cunho comportamental (timidez, ansiedade, etc.), alergias de diversos tipos, hiperatividade, problemas hormonais, torções, distúrbios (alimentares, de comportamento etc.), diabetes, hemorroidas, unhas fracas, queda de cabelo, medo de doenças ou de morrer, crenças limitantes, entre outras inúmeras doenças existentes.

Profissionais qualificados para a prática


A Medicina Germânica não é uma especialização apenas da área médica, mas sim, a qualquer pessoa que queira entender como os processos emocionais exteriores podem se manifestar no campo físico e biológico no corpo humano.

Sendo um complemento muito útil na área médica (física e psicológica), quanto também nos tratamentos de cura emocionais alternativos.

Neste artigo, procuramos facilitar o entendimento sobre a Medicina Germânica especialmentepara você!

Diante dessa leitura, compreendemos que a Medicina Germânica é uma ciência pautada em Cinco Leis Biológicas que mapeiam o corpo humano, buscando a causa primária da patologia, criada pelo Dr. Hamer, um oncologista alemão, que através de seus estudos com seus pacientes, sua esposa e si próprio, entendeu que as doenças físicas são desencadeadas pelo cérebro e não necessariamente por deficiência biológica ou de microorganismos.

Que essas patologias aparecem após algum evento traumático e seus processos somatórios e que, por ser uma abordagem humanitária e de autoconhecimento pelo paciente, auxilia bastante no processo de recuperação do mesmo.

Gostou de mais um dos nossos artigos? Esperamos ter sido úteis com mais esse conhecimento!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.