• novembro 21, 2021

Cifose, lordose e escoliose: quais são as diferenças entre elas?

Encontrar pessoas com problemas na coluna e que, consequentemente, se queixam de dores na região, é algo comum. Maus hábitos diários, como má postura e sedentarismo, podem ser a causa de alguns desses problemas, como a  cifose, lordose e escoliose.

Essas doenças que podem até mesmo causar deformidades são muito parecidas e por isso, facilmente confundidas. Porém, para um tratamento eficaz e melhora na qualidade de vida, é importante saber as principais diferenças entre elas.

Então, se você tem interesse no assunto, confira agora este nosso novo conteúdo e entenda, de uma vez por todas, as diferenças entre cifose, lordose e escoliose. 

Boa leitura!

A coluna vertebral

Cifose, lordose e escoliose são desvios de coluna que ocorrem quando há redução ou aumento acentuado de uma ou mais curvaturas da coluna. Elas podem comprometer e prejudicar o bom desempenho de suas múltiplas funções.

E, como você já deve saber, a coluna vertebral é o eixo central do esqueleto humano e, tem como funções:

  • Manter a postura ereta;
  • Possibilitar a movimentação dos membros superiores e inferiores; 
  • Proteger a medula espinhal;
  • Garantir suporte ao peso do corpo;
  • Servir de ponto para a fixação para as costelas, ligamentos e músculos dorsais;
  • Abrigar órgãos vitais para o organismo.

Vista de frente, a coluna vertebral parece reta. Porém, quando observada de lado, apresenta curvaturas na região do pescoço, do tórax, da cintura e da bacia, o que lhe confere o aspecto de um S. Essas curvaturas são consideradas normais e surgem de maneira espontânea nas pessoas saudáveis.

No entanto, as alterações anatômicas são consideradas patológicas, quando há redução ou aumento acentuado de uma ou mais curvaturas, o que compromete o alinhamento da coluna e prejudica o bom desempenho de suas múltiplas funções.

Cifose, lordose e escoliose: os desvios de coluna

Agora que já sabemos um pouco mais sobre a coluna vertebral, veremos a diferença entre os desvios de coluna: cifose, lordose e escoliose.

Cifose 

Deformações de cifose, também conhecida como  hipercifose, são os desvios de coluna no qual ombros, pescoço e cabeça são projetados para frente, provocando o que é popularmente chamado de “corcunda”.

Má postura e falta de exercício físico são as principais causas da doença. 

A cifose não costuma causar outros sintomas, mas, em alguns casos, pode gerar dores nas costas e cansaço.

Lordose 

Considerada uma curvatura normal, a lordose só passa a ser um desvio de coluna quando se transforma em hipolordose ou hiperlordose. 

Na hipolordose a curvatura é diminuída e na hiperlordose, há um aumento da curvatura. 

De forma geral, a dor nas costas em pessoas com aumento da lordose lombar acontece durante as atividades que envolvem a extensão da coluna, como ficar em pé durante muito tempo. Nesse caso, flexões do tronco costumam aliviar a dor.

Escoliose 

Ao contrário da cifose e da lordose, consideradas desvios fisiológicos normais da coluna vertebral e que só podem ser observados com a pessoa de perfil, a escoliose é uma curvatura anormal da coluna para um dos lados do tronco, determinada pela rotação das vértebras. Essa deformidade pode ser vista olhando a pessoa de costas

Apesar de se manifestar em qualquer fase da vida, a doença costuma ser mais frequente durante a puberdade. 

Ela provoca diferentes sintomas, como ombros e quadris assimétricos e desnivelados, costelas salientes em um dos lados do tórax e tamanho desigual das pernas. 

Para uma melhora do quadro, é recomendado tratamento fisioterápico com alongamentos e respiração.

Gostou? Conseguiu entender a diferença entre cifose, lordose e escoliose? Então continue acompanhando nosso blog para aprender cada vez mais! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.